sábado, 4 de dezembro de 2010

Futebool eu!!!

Ah! Mulher não entende nada de futebol, então se não entendo, escrevi um conto.
Participação no livro "Jogando com as palavras", Antologia - Litteris Editora.
A ser lançado em junho de 2011.
Um conto em especial sobre futebol, foi classificado e fará parte deste livro, o livro poderá ser adquirido por R$27,00  aqui em casa, tenho poucos exemplares.
A noticia chegou dia 21 de novembro, não postamos antes porque não estavamos tendo tempo.
O patrocinio não foi necessário, a escritora comprou dez livros e fará as vendas no blog, tendo lucro de 10% do valor gasto. 


segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Indicação NÃO CONSEGUI O PATROCINIO


Estou a procura de patrocínio.
Fui indicada ao
X Prémio Cultura Nacional.
Organizado pela real Academia de Letras
Ordem da Confraria dos Poetas
caso não acredite entre em contato com Sr Mario Sherer escritoresbrasileiros@gmail.com
Porém é necessário pagar a noite de gala.
O valor é R$1.250,00.
Tenho como pagar despesas de viagem e hospedagem.
No evento se eu conseguir o patrocínio iria receber Antologia Comemorativa, troféu, uma toga Summa Cum Laude.
Assim se eu for ao evento doarei 10 livros a biblioteca municipal de Echaporã e o próximo livro meu haverá uma menção, homenagem de uma pagina para o patrocinador. Além de uma postagem  que estará presente nos cinco blogs que eu administro. Acho que se trata de menção.
O evento será dia 27 de novembro, necessito de respostas até dia 30 de outubro e pagamento do valor até dia 04 de novembro.
Nilceia Gazzola 18 33561575

sexta-feira, 25 de junho de 2010

PRECONCEITO da escrita...

Preconceito Linguístico.
Eu sofro, e você... dislexia leva a preconceito comente.
( Da mesma forma que a humanidade evolui e se modifica com o passar do tempo, a língua acompanha essa evolução e varia de acordo com os diversos contatos entre os seres pertencentes à comunidade universal. Assim, é considerada um objeto histórico, sujeita a transformações, que se modifica no tempo e se diversifica no espaço. Existem quatro modalidades que explicam as variantes linguísticas:
variação histórica (palavras e expressões que caíram em desuso com o passar do tempo);    variação geográfica (diferenças de vocabulário, pronúncia de sons e construções sintáticas em regiões falantes do mesmo idioma);     variação social (a capacidade linguística do falante provém do meio em que vive, sua classe social, faixa etária, sexo e grau de escolaridade);     variação estilística (cada indivíduo possui uma forma e estilo de falar próprio, adequando-o de acordo com a situação em que se encontra).
Entretanto, mesmo que as variantes acima descritas expliquem as variações linguísticas, o falante que não domina a língua denominada "padrão" por sua comunidade linguística, sofre preconceitos e é "excluído" da "roda dos privilegiados", aqueles que tiveram acesso à educação de qualidade e, por isso, consideram-se "melhores" que os demais. Esse tipo de preconceito é denominado preconceito linguístico.)

Ola, eu sofro este tipo de preconceito, não me deixam errar, afinal cada vez que sou corregida, piora um bloqueio, essas pessoas deveriam cuidar mais de seus narizes, quem sabe ler um bom livro de Freud ou até mesmo um classíco de Sócrates ou Platão nossos Reis da Filosofia, quem sabe estudando mais, parariam de cuidar de quem não se importa com tão pouco, afinal a alma tem mais valor que a escrita.

Os meus livros são escritos para alicerçar minha alma, se contém erros, lembre-se de António Torres:  

“Nunca apontarei as falhas de um escritor . Entendo que a crítica não deve ser confundida com os laboratórios de anatomia , nem foi feita para ostentar monstruosidades. Não se disseca uma obra escrita . Entendo igualmente que a beleza, cultuando o heroísmo daqueles que souberam objetivá-la , principalmente em um meio inóspito e ingrato como o nosso, em que os gelos da indiferença , quando não os chicotes do sarcasmo , são o prêmio que obtém os que nasceram marcados pela fatalidade dos sonhos e das abstrações. Crítica demolidora, façam-na os impotentes, os invejosos e os despeitados .”( Antônio Torres )
Nilceia Gazzola